15/07/2019

Ficar sentado em casa faz mal, no trabalho não, dizem cientistas

Redação do Diário da Saúde

Ficar sentado onde?

Ficar sentado por longos períodos tem sido associado ao aumento do risco de doença cardiovascular e morte precoce, mas agora os cientistas estão alertando que existem jeitos e jeitos de ficar sentado, e que nem todos eles são igualmente ruins para a saúde.

A equipe da Universidade de Colúmbia (EUA) está defendendo que o tempo de lazer sentado - especificamente assistindo TV, mas não sentado no trabalho - está associado com um risco maior de doença cardíaca e morte entre os mais de 3.500 participantes do estudo, que foi publicado no jornal médico da Associação Norte-Americana do Coração.

O estudo também revelou que exercícios, de moderados a vigorosos, podem reduzir ou até eliminar os efeitos nocivos das horas na frente da televisão.

"Nossos resultados mostram que a maneira como você gasta seu tempo fora do trabalho pode ter mais importância quando se trata de saúde cardíaca. Mesmo que você tenha um emprego que exija que você permaneça sentado por muito tempo, substituir o tempo gasto em casa por atividades físicas ativas pode reduzir o risco de doença cardíaca e morte," disse o Dr. Keith Diaz, coordenador do estudo.

Jeitos de ficar sentado

A equipe do Dr. Diaz acompanhou 3.592 pessoas, todas afro-americanas, por quase 8,5 anos. Os participantes relataram quanto tempo costumavam passar sentados assistindo TV e durante o trabalho. Eles também informaram quanto tempo se exercitavam em seu tempo de inatividade.

Aqueles que registraram o maior número de horas assistindo TV (4 horas ou mais por dia) tiveram um risco 50% maior de eventos cardiovasculares e morte em comparação com aqueles que assistiram menos TV (menos de 2 horas por dia).

Em contraste, aqueles que passaram mais tempo sentados no trabalho tiveram os mesmos riscos de saúde que aqueles que passaram menos tempo sentados.

Mesmo para os espectadores de TV mais aficionados, a atividade física moderada a vigorosa - como caminhar rapidamente ou fazer exercícios aeróbicos - reduziu o risco de ataques cardíacos, derrame ou morte. Também não foi registrado aumento no risco de ataque cardíaco, acidente vascular cerebral ou morte entre aqueles que assistiram TV por 4 horas ou mais por dia mas se engajaram em ao menos 150 minutos de exercícios físicos por semana.

Mas fica a pergunta: Por que ficar sentado no trabalho não faz mal, mas ficar sentado em casa faz?

"Pode ser que a maioria das pessoas tenda a assistir televisão por horas sem se mexer, enquanto a maioria dos trabalhadores se levanta da mesa com frequência. A combinação de comer uma grande refeição como jantar e depois sentar-se durante horas, também pode ser particularmente prejudicial," sugere o Dr. Diaz.


Ver mais notícias sobre os temas:

Prevenção

Trabalho e Emprego

Diversão

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2019 www.diariodasaude.com.br. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.