01/07/2020

Até 82% do óleo de abacate não é o que o rótulo diz

Redação do Diário da Saúde
Até 82% do óleo de abacate não é o que o rótulo diz
O óleo, ou azeite de abacate, tem sido associado a uma série de benefícios à saúde.
[Imagem: Antoninho Perri/Unicamp]

Óleo de abacate fraudado

A grande maioria do óleo de abacate vendido nos EUA é de baixa qualidade, o produto está rotulado incorretamente ou adulterado com outros óleos.

Embora a informação não seja do Brasil, onde não existem ainda levantamentos desse tipo, o resultado da análise acende o sinal de alerta por vir de um país conhecido pelo rigor no controle dos alimentos.

Neste que foi de fato o primeiro estudo extensivo da qualidade e pureza comercial do óleo de abacate, os pesquisadores constataram que pelo menos 82% das amostras de teste estavam obsoletas antes da data de validade ou misturadas com outros óleos.

Em três casos, as garrafas rotuladas como óleo de abacate "puro" ou "extra virgem" continham quase 100% de óleo de soja, um óleo comumente usado em alimentos processados e muito mais barato.

"Fiquei surpreso com o fato de algumas amostras não conterem óleo de abacate," disse a professora Selina Wang, da Universidade da Califórnia em Davis.

"A maioria das pessoas que compra óleo de abacate está interessada nos benefícios para a saúde, bem como no sabor suave e fresco, e está disposta a pagar mais pelo produto. Mas, como não existem padrões para determinar se um óleo de abacate é da qualidade e com a pureza anunciada, ninguém está fiscalizando rótulos falsos ou enganosos. Estes resultados destacam a necessidade urgente de padrões para proteger os consumidores e estabelecer condições equitativas para apoiar o crescimento contínuo da indústria de óleo de abacate," acrescentou Wang.

Só se salvaram os óleos de abacate do México

As amostras de teste usadas incluíram óleos de abacate de vários preços, alguns rotulados como extra virgens ou refinados. O óleo virgem deve ser extraído da fruta fresca usando apenas meios mecânicos, e o óleo refinado é processado com calor ou produtos químicos para remover quaisquer resíduos.

Quinze das amostras estavam oxidadas antes do prazo de validade - o óleo perde seu sabor e benefícios à saúde quando se oxida, o que acontece com o tempo e quando exposto a muita luz, calor ou ar. Seis amostras estavam misturadas com grandes quantidades de outros óleos, incluindo óleo de girassol, açafrão e soja.

Apenas duas marcas produziram amostras que eram puras e não oxidadas. Curiosamente, as duas - Chosen Foods e Marianne são fabricadas no México, e não nos EUA.

"Os consumidores que buscam os benefícios à saúde do óleo de abacate merecem receber o que pensam que estão comprando," ressaltou Wang.

Como identificar óleo de abacate

A pesquisadora lista cinco maneiras de evitar comprar óleo de abacate de má qualidade ou misturado.

  • O sabor do óleo de abacate virgem pode diferir por variedades e região. Em geral, o óleo de abacate autêntico, fresco e virgem tem gosto de grama, amanteigado e um pouco parecido com cogumelos.
  • O óleo de abacate virgem deve ser verde, enquanto o óleo refinado é amarelo claro e quase transparente devido aos pigmentos removidos durante o refino.
  • Até um bom óleo fica rançoso com o tempo. É importante comprar um frasco de tamanho razoável, que possa ser consumido antes que o óleo se oxide. Armazene o óleo longe da luz e do calor. Um armário frio e escuro é uma boa escolha, e não ao lado do fogão.
  • Como você sabe se o óleo está rançoso? Ele começa a cheirar "passado", como uma massa de brincar.
  • Quando possível, escolha um óleo mais próximo do tempo de colheita e produção para garantir a máxima frescura. A "data de validade" nem sempre é um indicador confiável de qualidade.

O estudo foi financiado por empresas fabricantes de óleo de abacate.

Checagem com artigo científico:

Artigo: First report on quality and purity evaluations of avocado oil sold in the US
Autores: Hilary S.Green, Selina C.Wang
Publicação: Food Control
Vol.: 116, 107328
DOI: 10.1016/j.foodcont.2020.107328

Ver mais notícias sobre os temas:

Alimentação e Nutrição

Conservação de Alimentos

Saúde Pública

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2019 www.diariodasaude.com.br. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.